Return to site

Sem acordo, Gol e Smiles encerram negociações sobre reestruturação

· Clipping

Raquel Brandão | Valor Econômico

SÃO PAULO - (Atualizada às 11h54) - A Gol informou nesta quarta-feira que não entrou em acordo com o comitê independente da Smiles sobre a proposta de reestruturação societária. A companhia aérea e o comitê decidiram encerrar as negociações. Em reação, as ações de ambas empresas tinham baixa na Bolsa paulista.

Gol mais que dobrou de valor desde anúncio de união com Smiles Em estudo e conversas há mais de cinco meses, a reorganização societária havia sido proposta pela Gol em outubro de 2018. Naquela época, a maior companhia aérea do país avisou que não iria renovar o contrato com a Smiles, que vence em 2032, e que pretendia incorporar os negócios de fidelização.

A incorporação da Smiles na Gol resultaria na extinção da Smiles, com a sucessão pela Gol em todo o patrimônio da Smiles e na migração da base acionária da Smiles pela Gol.

No comunicado desta quarta, a Gol afirma que reconhece os trabalhos e agradece os esforços dos membros do comitê independente da Smiles e que o término das tratativas nada altera a decisão da Gol de não renovar o contrato operacional e o contrato de prestação de serviços celebrados com Smiles, além da atual data de validade.

“A Gol esclarece, ainda, que as suas expectativas operacionais e financeiras não são afetadas e, portanto, permanecem inalteradas pelo encerramento das negociações, dado que nenhum dos benefícios operacionais e financeiros esperados da reorganização societária foi implementado no seu plano de negócios”, diz a companhia em nota. A empresa afirma que continuará avaliando alternativas para melhorar a eficiência e a competitividade de seu grupo econômico.

A reorganização apresentada pela Gol era complexa e seria feita em seis etapas. Na primeira, a Gol Linhas Aéreas (GLA), controlada da Gol, criaria ações preferenciais, com direitos econômicos majorados em relação às ações ordinárias da GLA para o acionista controlador, o fundo de investimento em participações Volluto.

No segundo passo, ocorreria a alienação das ações ordinárias de emissão da GLA para o acionista controlador da Gol, o FIP Volluto, que pertence à família Constantino, fundadora da companhia. Depois, então, ocorreria a incorporação da Smiles na Gol, com a emissão pela Gol, aos acionistas da Smiles, de ações preferenciais da Gol da classe atualmente exie de uma nova classe de ações preferenciais resgatáveis da Gol.

O quarto passo seria o resgate das ações preferenciais resgatáveis da Gol, com pagamento em dinheiro a ser efetuado em um prazo a ser determinado. Na sequência, ocorreria o aumento de capital da GLA, mediante a contribuição, pela Gol, dos ativos e passivos relacionados às atividades da Smiles. Finalmente, haveria a migração para o Novo Mercado.

All Posts
×

Almost done…

We just sent you an email. Please click the link in the email to confirm your subscription!

OK

 
IR Member
 
 

Telefone: 55 11 3074 2222

e-mail: contato@ferraznet.com.br

Endereço: Rua Joaquim Floriano, 397 - 7º e 8º andar - 04534 011 - São Paulo - SP

© 2018 - Ferraz de Camargo Advogados